a penteadeira
sublima a criança menina
de cores em ebulição

o que é de guardar
em gavetas
se espalha em mil tons
nas bochechas

a sombra
assombra
sem sombra
de dúvidas

o que virá
quiçá
a beleza em pedaços?

a menina se alinha
ereta
as mãos em música
a partitura dos traços

cabelos em cachos
despencando no espaço

na penteadeira
mosaico do rosto
morada da tinta
no quadro da infância

 

Carmezim escreve às quartas-feiras

 

 

Anúncios