comi duas árvores e meia

na refeição de fim do mundo

cova rasa, olho fundo

tempo frio tempo besta

<> 

olhei na fresta da testa

e vinha verdejante

cabo de guerra gigante

eu aqui

tu lá

<> 

se te puxo caio eu

se me puxas cais tu

caixa aberta sempre alerta

pra comer os brucutus

<> 

gira mundo desdentado

que eu mastigo só raiz

enquanto o cabo geme geme

na triste vida por um triz

Carmezim escreve às quartas

Anúncios