Era uma vez um país.
Era uma vez um trem.
Era uma vez um rapaz.

Era uma vez o destino ou o acaso.

Era uma vez um trem que cruzava um país.
Era uma vez um rapaz que ia ver sua namorada.
Era uma vez uma moça que viajava para ver a mãe.

 Era uma vez o destino ou o acaso. Era uma vez…

Era uma vez os assentos 13 A e 13 C do trem que atravessava o país.
Era uma vez uma troca de olhares e dois corações a pulsar num só compasso.
Era uma vez uma história de amor prestes a começar.

Era uma vez o destino ou o acaso. Era uma vez…

Era uma vez uma moça que esperava na estação.
Era uma vez um coração prestes a se romper.
Era uma vez uma história de amor a se acabar.

Era uma vez o destino ou o acaso.

Era uma vez uma vez um trem.
Era uma vez um rapaz.
Era uma vez um país.

Era uma vez…

Ricardo Viel escreve às segundas

Anúncios