Porque você não está aqui não sei o que fazer momento nenhum
nem vejo mais serventia no mundo
fico só achando as horas tão compridas, mesmo sendo dia do último capítulo da novela
que você sabe eu vejo escondido.

dormi amaldiçoando amanhã que já imagino tão comprido
e nem o vento fica com pena de mim
quando a gente mais espera é que o relógio mais demora
como se querer acelerar o tempo fosse crime pago com amaldiçoamento do demônio satanás diabo preso na garrafa

(desculpa não fica com medo)

se você voltar juro que nunca mais brigo
nunca mais choro
nunca mais
você volta?

Tatiana Mendonça escreve às sextas

Anúncios