para Maíra

mordisco
a ponta
dos teus dedos
 e encontro o fio
do meu peito
para o teu
em ondas curtas
feito mar e rio
sem desconforto
a alma em linho

peça em três atos
a boca
o dentro
o tato

um prolongamento
um retrato

não é manso
e mexe o céu
papilas em carrossel

o amor tem pele
e eu não nego
que me atropele

Carmezim escreve às quartas-feiras

Anúncios